Plataforma de desenvolvimento e integração de aplicações empresariais impulsionam a criação de ambientes tecnológicos que aceleram a gestão da operação dos negócios em diversas áreas

Magic Software, fornecedora de tecnologias para desenvolvimento e integração de aplicações empresariais, anuncia a compatibilidade de suas ferramentas com o Business Agility, definido como conjunto de capacidades, comportamentos e modelos de trabalho que proporcionam às empresas flexibilidade, resiliência e liberdade para conquistar os objetivos, independente do que aconteça no futuro, segundo definição do Business Agility Institute. 

A proposta da empresa é adicionar a sua camada tecnológica ao Business Agility com a finalidade de apoiar as equipes de DevOps na aplicação de recursos de desenvolvimento low code (Magic xpa) e de integração de sistemas no code (Magic xpi) nas abordagens das aplicações empresariais necessárias para garantir as entregas contínuas de produtos e serviços baseados em software empresarial. A iniciativa da Magic Software também conta com o suporte de outro projeto em andamento, o apoio às startups no desenvolvimento low code de aplicações, visando acelerar o início da operação comercial dos novos negócios e partir da redução dos custos de implementação, potencializando a entrega contínua de software. 

Rodney Repullo, CEO da Magic Software Brasil,

De acordo com Rodney Repullo, CEO da Magic Software Brasil, o Business Agility é o ponto de chegada das metodologias ágeis aplicadas pelas empresas para realizar as entregas necessárias de  seus produtos e serviços baseados em software, de maneira contínua e com o menor time-to-market. “Para atingir seus objetivos, as suas equipes DevOps fazem uso de diversas ferramentas tecnologias, entre elas a de desenvolvimento de aplicações, com destaque às que dispensam o uso de códigos na programação, o que contribui para reduzir o tempo de desenvolvimento em até 90%, dependendo do caso”, afirma o executivo.  Com esta iniciativa, segundo ele, a Magic Software visa se posicionar com grande aliadas das equipes DevOps para que possam atingir a agilidade necessária dos negócios.

Outro aspecto apontado por Rodney Repullo para o Business Agility é a integração de sistemas, que tem a função de criar uma camada de comunicação entre diversos sistemas usados pelas empresas na gestão de seus negócios. “Não existe a possibilidade de se garantir o Business Agility quando muito tempo poderá ser perdido para tentar conectar aplicações de software e sistemas de dados que não conseguem se conversar entre si. Há casos de integrações equivocadas que levaram 5 vezes mais tempo do que o necessário para colocar um negócio em operação comercial, isso é altamente prejudicial para os negócios, enfatiza ele.  

Business Agility a Prova de Futuro – Na avaliação de Rodney Repullo, as empresas vêm evoluindo em sua digitalização e passaram a investir, cada vez mais, em tecnologias que possam garantir a agilidade empresarial. No entanto, afirma ele, elas não podem se apoiar em ferramentas de vida curta, ou seja, que não tenham a evolução que necessitam para não se perderem no tempo e ter que reescrever suas aplicações em outras ferramentas justamente porque as que estão usando hoje poderão ser descontinuadas algum dia. “Há uma infinidade de casos assim, onde empresas de software acabam fechando as portas porque não conseguiram migrar suas aplicações para outras tecnologias melhores”, comenta. As ferramentas Magic xpa e Magic xpi contam a garantia de evolução contínua a prova de futuro, ou seja, “a ferramenta acompanha a evolução tecnologia e garante ao desenvolvedor manter a sua aplicação na mesma tecnologia em que foi criada, sem o risco de ter que reescrever todo o seu código novamente no caso de descontinuidade de uma ferramenta”, destaca o executivo.

 

acesso rápido

pt_BRPT