Empreendedores apoiados pela organização terão acesso ao programa ABES Startup Internship Program e a diversos benefícios para impulsionar o crescimento de seus negócios

A ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software firma colaboração com a Voe sem Asas, aceleradora focada em impulsionar o desenvolvimento e a inovação por meio do intraempreendedorismo em corporações e startups. A parceria prevê a divulgação de iniciativas e ações de disseminação de conhecimento relacionadas a empreendedorismo e investimento em startups, como formações, cursos, capacitações e eventos, além de possibilitar o acesso das startups ligadas à Voe sem Asas ao ABES Startup Internship Program, durante seis meses, sem custos. 

O ABES Intership Program foi criado para fortalecer as startups, gerar sinergia entre fundos de investimentos, incubadoras e aceleradoras e contribuir para que os negócios possam superar as dificuldades presentes no mercado, colocando à disposição os mais de 35 anos de experiência da ABES nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica. A iniciativa disponibiliza todos os serviços oferecidos pelas entidades a seus associados, como plantão jurídico-tributário, orientadores, guias, completa infraestrutura de compliance, diagnóstico LGPD, dados de mercado, e grupos de discussão sobre relevantes temas do setor, como IA, segurança cibernética, LGPD, tributário, entre outros. Detalhes do ABES Startup Internship Program estão disponíveis neste link e não há custos ou taxas para participar. 

“Nós desafiamos o modo tradicional de pensar, instigando as pessoas a expandirem suas possibilidades e a criarem conexões de impacto. Impulsionamos desde os pequenos aos gigantes, construindo metodologias e ferramentas que aceleram o desenvolvimento. Por isso, consideramos a parceria com a ABES fundamental para o apoio ao desenvolvimento do ecossistema de inovação e crescimento das startups, uma vez que os serviços oferecidos pela Associação vão gerar conexões relevantes. Juntos, iremos ajudar na transformação do Brasil por meio do empreendedorismo, da educação e da inovação”, declara Augusto Aielo, CEO da Voe sem Asas. 

Reconhecida pelo trabalho de aceleração de startups e fomento do Intraempreendedorismo para a inovação, a Voe sem Asas tem como objetivos em seu programa de aceleração instigar o mindset empreendedor, construir oportunidades, divulgar técnicas e realizar mentorias para a criação e o desenvolvimento de projetos inovadores de novos produtos, sistemas, ações ou processos que tragam resultados para a corporação. 

A ação se dá por meio de três pilares: Base de Lançamento (engajamento e fomento da cultura empreendedora por meio de palestras e workshops, construindo e fazendo a manutenção do ecossistema de inovação, trazendo o universo das startups para dentro das corporações); Impulso (validação e modelagem do negócio); e Discovery (quando é realizado o aprimoramento e evolução do projeto, a  construção do MVP, a estruturação de vendas, parcerias e logísticas e, por fim, o tracionamento do negócio, com a conquista de novos clientes de maneira previsível e escalável). 

“A parceria entre ABES e Voe sem Asas é um momento especial para a Associação. Teremos contato com as melhores ferramentas e com as mais atualizadas tendências para dar conta dos desafios do mercado brasileiro. A Voe sem Asas é jovem e atuante e, sem dúvidas, trará dinamismo aos nossos associados”, afirma Paulo Milliet Roque, presidente da ABES. 

Sobre a ABES 

A ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) tem como propósito contribuir para a construção de um Brasil mais digital e menos desigual, no qual a tecnologia da informação desempenha um papel fundamental para a democratização do conhecimento e a criação de novas oportunidades para todos. Nesse sentido, tem como objetivo assegurar um ambiente de negócios propício à inovação, ético, dinâmico, sustentável e competitivo globalmente, sempre alinhado a sua missão de conectar, orientar, proteger e desenvolver o mercado brasileiro da tecnologia da informação.  

Atualmente, a ABES representa aproximadamente 2 mil empresas, que totalizam cerca de 85% do faturamento do segmento de software e serviços no Brasil, distribuídas em 24 Estados brasileiros e no Distrito Federal, responsáveis pela geração de mais de 210 mil empregos diretos e um faturamento anual da ordem de R$ 80 bilhões em 2020.

Em sintonia ao seu propósito, a ABES lançou a “Mobilização para a redução da desigualdade” em parceria com a ReUrbi e Observatório do Terceiro Setor, e com apoio da Weber Shandwick, cujo objetivo é apoiar projetos de inclusão social que promovam a capacitação na área digital, por meio dos recursos obtidos pela reciclagem de equipamentos de TI descartados pelas empresas. Esta iniciativa vai ao encontro com as recentes discussões da cúpula do clima, e alinhada aos 8 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), e as melhores práticas de ESG (Environment, Social, Governance). Esta iniciativa vai ao encontro com as recentes discussões da cúpula do clima, e alinhada aos 8 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), e as melhores práticas de ESG (Environment, Social, Governance).

acesso rápido

pt_BRPT